A Paróquia
Eventos
Pastorais
Revistas
Formação Permanente
Orações
Notícias
Fale Conosco

Três diáconos são ordenados na Arquidiocese de Ribeirão Preto

Imagem retirada de http://arquidioceserp.org.br/?pag=noticias_ver&codigo=2534

Imagem retirada de http://arquidioceserp.org.br/?pag=noticias_ver&codigo=2534

Com o lema diaconal: “Germine a vossa ternura em nossos gestos e palavras”, os seminaristas: Alexandre Canella Sanches, Danilo Barbieri Costa e Luiz Augusto Olivo Camargo, foram ordenados diáconos  transitórios, primeiro grau do sacramento da ordem, pela imposição das mãos e prece de ordenação, do arcebispo metropolitano Dom Moacir Silva, em concelebração eucarística na sexta-feira, 9 de junho, Memória de São José de Anchieta, às 20 horas, na paróquia Santa Maria Goretti, Vila Virgínia, em Ribeirão Preto (SP). A concelebração contou com a presença de padres, diáconos, religiosos e religiosas, seminaristas, candidatos ao diaconato permanente da arquidiocese, além de padres de outras dioceses e grande número de fiéis.

Na homilia, o arcebispo dom Moacir, indicou as funções diaconais e motivou os ordinandos a exercerem o ministério diaconal amparados no auxílio ao bispo, ao presbitério, no serviço da Palavra, do altar e da caridade, e principalmente à serviço de todos. Dom Moacir destacou que a missão dos diáconos está em anunciar e testemunhar a Palavra, e  para isso, devem traduzir a Palavra de Deus na expressão do serviço, principalmente aos mais necessitados.

No encerramento da concelebração, o diácono Alexandre, proferiu o agradecimento direcionado a todos que colaboraram no processo de discernimento vocacional, e durante os oito anos de formação: arcebispo, familiares, padres e diáconos, seminaristas, paróquia Santa Maria Goretti, e dedicaram homenagem a Nossa Senhora. “Nessa noite feliz em que recebemos da Igreja a graça da ordenação diaconal ecoa em nosso coração um profundo sentimento de gratidão e ternura (...) Quis a providência divina que fôssemos ordenados diáconos em pleno Ano Nacional Mariano, fomos formados na casa de Nossa Senhora, e suscitamos a Ela que nos ajude a ser tão fiéis a vontade de Deus quanto Ela mesma foi a Mãe de Cristo e da Igreja, por isso, neste instante queremos elevar uma prece a Maria Santíssima”, disse diácono Alexandre.

O arcebispo, antes da bênção final, comunicou que os neodiáconos farão o estágio pastoral nas paróquias onde exerceram a experiência do ano pastoral: Alexandre, na paróquia São Sebastião, em Jardinópolis; Danilo, na paróquia Cristo Operário e São Judas Tadeu, em Ribeirão Preto; e Luiz Augusto, na paróquia São Judas Tadeu, em Santa Rosa de Viterbo.

Os neodiáconos Alexandre, Danilo e Luiz Augusto concluíram o curso de Teologia em 2016, no Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto (Cearp), em Brodowski. No primeiro semestre de 2017, fizeram a experiência do Ano Pastoral, que consiste, entre outros pontos, numa experiência pastoral paroquial no período de seis meses que inclui um período de vivência missionária de dois meses no Projeto Missionário Ribeirão Preto/Manaus, em Manaus. O objetivo do Ano Pastoral é “favorecer ao seminarista concentrar-se no seu processo de maturação para o pastoreio e a missão (RFIS, 42)”. Terminada a experiência do Ano Pastoral, agora, os neodiáconos iniciam o estágio pastoral diaconal na expectativa da ordenação presbiteral.

fonte: Arquidiocese de Ribeirão Preto

 


Revista do Mês

Newsletter

As novidades do Paróquia São João Batista no seu e-mail

Cadastro efetuado com sucesso! Obrigado

5