A Paróquia
Eventos
Pastorais
Revistas
Formação Permanente
Orações
Notícias
Fale Conosco

Peregrinação arquidiocesana reuniu 4,5 mil romeiros no Santuário Nacional de Aparecida

Imagem retirada de http://arquidioceserp.org.br/?pag=noticias_ver&codigo=2699

Imagem retirada de http://arquidioceserp.org.br/?pag=noticias_ver&codigo=2699

Com as bênçãos e o objetivo de rezar e pedir a intercessão da Mãe Aparecida mais de 4,5 mil romeiros da Arquidiocese de Ribeirão Preto se dirigiram ao Santuário Nacional de Aparecida, no sábado, 23 de setembro, para a Peregrinação Arquidiocesana, por ocasião das celebrações dos 300 anos de bênçãos e no limiar do Ano Nacional Mariano. Ao menos 110 ônibus conduziram os romeiros provenientes dos 20 municípios que integram a Arquidiocese. Para o sábado, segundo informações da assessoria de imprensa do santuário eram estimados a presença de 105 mil romeiros.

Uma festa de fé, unidade, alegria e sobretudo peregrinação. Uma manhã calorosa, em dois sentidos, o forte sol e alta temperatura, naquele instante 30 graus, e a intensa expressão da acolhida e do calor humano dos romeiros. Romeiros arquidiocesanos conscientes da missão de serem discípulos missionários de Jesus Cristo, porém, acariciados pela companhia da Mãe Aparecida, que intercede junto ao Filho para abençoar e cuidar do povo brasileiro. Uma manhã de sábado agitada no Santuário Nacional de Aparecida, um movimento intenso de romarias e romeiros de diversas partes do Brasil. Da Arquidiocese de Ribeirão Preto a multidão de romeiros era identificada pela camiseta personalizada para a romaria, mas o que identificava esses fiéis romeiros arquidiocesanos era a fé, o sorriso e a esperança de juntos homenagearem a Mãe Aparecida.

Às 9h20, na Tribuna Papa Bento XVI, os fiéis se concentraram para o início da récita do terço. Momento de reflexão, de rezar e pedir e agradecer pelas realidades eclesiais. Em seguida, todos se dirigiram à Catedral Basílica de Nossa Senhora Aparecida, para às 10h30, participarem da celebração eucarística presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva. A Basílica que tem capacidade para 30 mil devotos em torno do Altar Central, acolheu grande número de romeiros, estima-se que participaram da missa aproximadamente 15 mil romeiros, sendo 4,5 mil da Arquidiocese de Ribeirão Preto.

Ao iniciar a homilia, dom Moacir Silva, saudou os peregrinos e romeiros da Arquidiocese de Ribeirão Preto. “Queridos padres, caros diáconos, estimados seminaristas, caríssimos religiosos e religiosas. Queridos irmãos e irmãs, romeiros e romeiras da Mãe Aparecida. Saúdo particularmente os romeiros e romeiras da Arquidiocese de Ribeirão Preto (SP), aqui presente no Santuário Nacional. Estamos aqui na casa da Mãe Aparecida. Maria é para nós escola de fé destinada a conduzir-nos e a fortalecer-nos no caminho que leva ao encontro com o seu Filho Jesus. Encontro que faz de todos e cada um de nós discípulos missionários de Jesus. Queremos permanecer nesta escola da Mão Aparecida”, desejou o arcebispo.

Ao concluir a homilia, o arcebispo rezou pedindo a Nossa Senhora a intercessão para que sejamos fiéis a Palavra de Deus. “Que a Mãe Aparecida, modelo perfeito do coração bom e generoso que escuta e conserva a Palavra, nos ajude a transformarmos o nosso coração e todo o nosso ser em terra boa para que a Palavra de Deus produza, em nossa vida, os frutos que Ele espera colher de todos e cada um de nós, hoje e sempre. Amém!”, concluiu dom Moacir.

Antes da bênção final, o arcebispo rezou a oração dos 300 anos de bênçãos, e em seguida deu-se por concluída a peregrinação arquidiocesana.

Em mensagem publicada no perfil do facebook, o coordenador de pastoral, padre Luís Gustavo Tenan Benzi, manifestou o agradecimento a todos os envolvidos e participantes da peregrinação arquidiocesana. “Gratidão! Este é o sentimento que tenho em meu coração depois da realização de nossa Peregrinação Arquidiocesana! Agradeço a cada um dos envolvidos que muito colaboraram para que ela acontecesse. Foi muito profunda a experiência de ver nossos padres, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas, leigos e leigas de nossa Arquidiocese de Ribeirão Preto rezando juntos, num só coração, com os olhos voltados à Mãe e do Céu, em gratidão a Deus pelas mãos de Maria pelos benefícios concedidos à nossa Igreja Particular! Deus seja sempre louvado!”, expressou padre Gustavo.

fonte: Arquidiocese de Ribeirão Preto

 


Revista do Mês

Newsletter

As novidades do Paróquia São João Batista no seu e-mail

Cadastro efetuado com sucesso! Obrigado

5