Compartilhe:

Ribeirão Preto sediou o 20º ECOA

Imagem retirada de http://arquidioceserp.org.br/noticias?id=10806

A congregação dos Filhos da Caridade Canossianos, se reuniu com a juventude canossiana nos dias 8 e 9 de setembro para realizar, na cidade de Ribeirão Preto, o 20º Encontro Canossiano de Oratório para Adolescentes (ECOA), com momentos de encontros, oração, reflexão e celebração dos Oratórios Canossianos do Brasil. Esse ano o evento contou pela primeira vez com a participação da comunidade de Presidente Dutra (Maranhão). Os jovens encararam uma viajem de dois dias de ônibus para se unirem aos demais jovens do Rio de Janeiro e São Paulo. Com o tema Madalena, mãe que abraça a juventude, os adolescentes e jovens foram convidados a experimentarem o abraço materno de nossa mãe fundadora, que há seu tempo não mediu esforços para abraçar os pobres e pequenos. Abrasada de ardente caridade para com Deus e o próximo, Madalena sentiu a necessidade de não limitar sua atividade apostólica só ao campo das meninas e das mulheres. Também os meninos e os homens precisavam de quem os assistissem paternalmente, sobretudo em suas necessidades morais e espirituais. Em meados de 1800, haviam vadios demais pelas ruas, pelos quais não se incomodavam nem pais nem educadores. Muitos eram os jovens que enfrentavam a vida sem nenhuma preparação. Através dos ensinamentos da fé e da partilha da palavra, Madalena inicia o testemunho de Cristo, levando a palavra aos pequenos e jovens. Com o auxílio de dois homens de Deus: Giussepe Carsana e Benedetto Belloni, inicia a obra do oratório canossiano.

O Encontro Canossiano de Oratório para Adolescentes (ECOA) vem sendo realizado a cada dois anos. Os religiosos locais receberam das mãos do Pe. Antônio Augusto Oliveira, FDCC, a chama da Caridade que ficou acessa durante todos os momentos celebrativos na cidade de Piabetá (RJ). A chama, símbolo da união dos oratórios, foi aclamada com júbilo por todos os adolescentes, ao acender a pira do 20º ECOA. A comunidade de Ribeirão Preto, ao receber a chama da caridade neste Ecoa, guarda consigo o símbolo da união de vários adolescentes e jovens participantes dos oratórios canossianos. Os oratórios apresentaram, à sua maneira, as diversas expressões de mãe que abraça a juventude. Não obstante, o encontro contou com oficinas de formação, oração, recreação e ação, conhecida como método FORA.

A juventude canossiana foi agraciada, no domingo de manhã, com a celebração eucarística presidida pelo Arcebispo de Ribeirão Preto Dom Moacir, que levou os jovens a refletirem sobre o Sínodo da juventude, que acontecerá no próximo mês, em Roma. A juventude elevou a Deus o grande hino de louvor, pelas atividades realizadas nesses últimos dois anos.

Por fim, o encontro contou com a mística de encerramento realizada pela comunidade formativa de Ribeirão Preto, que levou os jovens a refletirem o real sentido de ser missionário, tendo como modelo a figura do saudoso Pe. Emmanuel Ítalo Viola, que faleceu há pouco tempo. O diretor nacional dos Oratórios pe. Tiago Nigro anunciou a sede do 21º ECOA, que será na cidade de São João do Miriti-RJ, no ano de 2020. A chama da Caridade que abrasou a comunidade local de Ribeirão foi entregue aos jovens do Rio de Janeiro, que já deram iniciou a grande celebração do 21º ECOA, apresentando um momento cultural de encerramento do evento.

Num total, aproximadamente 500 adolescentes e jovens participaram do evento e, para que tudo acorresse tranquila e ordenadamente, 23 equipes, que somam aproximadamente 200 pessoas, trabalharam para que todos os momentos, refeições, espaços, etc. pudessem acolher todos os participantes do encontro.

fonte: Arquidiocese de Ribeirão Preto, com informações dos Filhos da Caridade Canossianos