Compartilhe:

Dom Bernardo: “o Barco-Hospital Papa Francisco, é um sinal de paz e esperança na Amazônia”

Imagem retirada de http://arquidioceserp.org.br/noticias?id=11627

Projetado e construído no estaleiro da Empresa Gerencial de Projetos Navais, em Fortaleza (CE), o Barco-Hospital Papa Francisco partiu em expedição nos dias 06 e 07 de julho, para as cidades de Óbidos e Juruti, ambas no Pará, com o objetivo de ser simbolicamente entregue à população. A comitiva foi formada por religiosos da Fraternidade São Francisco na Providência de Deus, da Congregação das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, além de leigos e a própria tripulação.

O barco-hospital é uma proposta da Igreja no Brasil, e sua maquete foi apresentada pelo bispo do Óbidos dom Bernardo Bahlmann e pelo frei Francisco Belotti, da Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus ao papa Francisco, em novembro de 2018, no Vaticano. A iniciativa partiu de uma provocação feita pelo pontífice, que, durante a Jornada Mundial da Juventude de 2013, realizou uma visita a um hospital administrado pela Fraternidade no Rio de Janeiro. Na ocasião, Francisco perguntou ao frade se eles já estavam presentes também na Amazônia.

A ideia é que o barco faça um longo percurso pelo Rio Amazonas, a fim de levar atendimento médico a comunidades ribeirinhas de 12 municípios, beneficiando cerca de 700 mil pessoas. O projeto que leva o nome do pontífice foi planejado para ter em sua estrutura ambulatórios, laboratórios, bloco cirúrgico e alojamentos para profissionais de saúde. O navio conta ainda com assistência de congregações franciscanas femininas, como as Pequenas Missionárias de Maria Imaculada.

Nesta expedição, nos dias 06 e 07 de julho, aconteceu as cerimônias de entrega das chaves do Barco, nas cidades de Óbidos e Juruti. A embarcação hospitalar realizou sua primeira parada, na localidade ribeirinha Januária, pertencente ao município de Óbidos, onde está a Comunidade Nossa Senhora de Nazaré, primeira pertencente à diocese de Óbidos na divisa do território da diocese de Santarém.

Na ocasião, a comitiva que trazia também a imagem da Padroeira Diocesana, Senhora Santana, foi recebida calorosamente, com fogos de artifício, danças e cantos. Em suas palavras de agradecimento, o frei Francisco Belotti falou de sua alegria e emoção ao ver esses primeiros momentos do Barco-Hospital Papa Francisco junto às populações ribeirinhas, e concluiu: “É exatamente essa a alma do Papa Francisco, ir até as pessoas. ”

No fim da tarde do sábado, 06, o Barco-Hospital chegou então à cidade de Óbidos, onde foi acolhido por várias pessoas, entre elas autoridades civis e eclesiásticas. Após a Santa Missa em ação de graças, presidida por dom Bernardo Bahlmann e concelebrada por vários sacerdotes, foi realizada a cerimônia de entrega das chaves, na qual simbolicamente, o bispo de Óbidos recebeu as chaves do Barco-Hospital.

Em Juruti, a festa se repetiu no dia 07, com a chegada do Barco-Hospital no início da noite. Na ocasião, dom Bernardo recordou os passos dados desde o sonho até a realização do projeto, e falou da importância de assim como Jesus e São Francisco, ser o Barco-Hospital Papa Francisco, um sinal de paz e esperança na Amazônia, e destacou ainda que este Barco, é um gesto concreto da Igreja no Brasil para o Sínodo da Amazônia.

A festa de acolhida se estendeu com apresentações de crianças dos projetos sociais da diocese de Óbidos sobre o Sínodo da Amazônia, além de apresentações culturais com o tradicional carimbo amazônico, e danças típicas do festival das tribos, tradicional festival jurutiense.

O Barco-Hospital Papa Francisco, terá seu lançamento oficial, no dia 17 de agosto, na cidade de Belém do Pará, e iniciará seus trabalhos de atendimento de saúde às comunidade ribeirinhas do Baixo Amazonas no mês de setembro.

fonte: Arquidiocese de Ribeirão Preto, com informações da CNBB e da diocese de Óbidos